Marcelo

Não há muito a dizer sobre o candidato da direita que não quer passar por o ser. Simpático, acenando à esquerda com jantares na Voz do Operário, defendendo tudo o que lhe propõem e o seu oposto e acima de tudo tentando não cometer erros, seguindo a velha máxima de que quem parte muito à frente só precisa de gerir a vantagem e não cometer erros para ser o primeiro a cortar a meta.

Bastará apenas, e este é um daqueles casos em que uma fotografia vale mais do que mil palavras, reparar nesta imagem antiga que roubei ao Aventar. Aí temos Marcelo, ainda com a barbicha mefistofélica que usava quando era mais jovem, no seu ambiente natural: acompanhado por um Cavaco mais novo de fato de terylene e por dois jotinhas de camisa branca, os amigos inseparáveis Pedro e Miguel.

psd

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.