Um positivo em cada mil testes

O ministro da Educação disse esta sexta-feira que os testes à covid-19 feitos ao pessoal docente e não docente para o arranque do ano letivo revelaram “cerca de um positivo” em cada mil, tendo sido testadas no total 140 mil pessoas.

“Temos 99% do pessoal docente e não docente vacinado, temos já uma grande percentagem de alunos entre os 12 e os 17 anos vacinados, temos um conjunto de protocolos muito positivos nas nossas escolas, que diminuem o risco, mas de forma importante e no reporte que tínhamos ontem de manhã, posso dizer que em 140 mil docentes e não docentes tivemos uma positividade de cerca de 0,12%.”, referiu Tiago Brandão Rodrigues, ministro da Educação, no Porto.

Na abertura do ano lectivo, a testagem em massa da população escolar a partir dos 12 anos cumpre o seu papel. O ministério apresenta os valores residuais que reforçarão a narrativa de que as escolas são lugares seguros. Os laboratórios de análises facturam o serviço, apesar de saberem que testes rápidos de antigénio são altamente ineficazes na detecção de infectados assintomáticos.

Em relação aos alunos mais novos, a reabertura das aulas é acompanhada de uma grande incógnita: sabendo-se empiricamente da maior transmissibilidade da variante delta também entre as crianças, corremos o risco de serem elas, futuramente, os maiores disseminadores do vírus: não estão vacinadas, não serão testadas e com menos de dez anos nem sequer são obrigadas a usar máscara.

Contudo, enquanto se aplicam testes em massa à população saudável e vacinada, continua a sujeitar-se os infectados e os contactos de risco às mesmas regras que vigoravam no início da pandemia. Um suspeito de ter sido infectado, mesmo sem sintomas e nunca tendo testado positivo, continua a ter de ficar duas semanas em isolamento. E se há gente que já nasceu cansada e não se incomoda nada de aceitar a benesse, outros anseiam por voltar à sua vida normal e deveriam poder fazê-lo. Mas vivem no país que prefere promover o absentismo forçado para poupar alguns milhares de euros em testes PCR.

One thought on “Um positivo em cada mil testes

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.