Abaixo de cão

Cartoon daqui

Perante os gritos destemperados e insultuosos de Rui Fonseca e Castro contrastando com a serenidade e contenção dos polícias que o mandaram pôr a máscara, só me lembrei da velha máxima de Napoleão: nunca interrompas o adversário quando ele estiver a cometer um erro.

Em face dos factos que todos presenciámos, e havendo decência e justiça, o juiz negacionista que ontem deu espectáculo perante as câmaras televisivas deveria ser definitivamente erradicado da classe a que ainda pertence.

Gostaria de encarar isto como um caso isolado. Infelizmente, assim como as polícias e outras profissões ligadas à segurança atraem por vezes pessoas violentas, temo que também entre os juízes haja pessoas a quem a função judicial atraiu pelo fascínio do poder. No entanto, se no caso dos polícias os baixos salários não permitem muita selectividade no acesso à profissão, os juízes são os mais bem pagos funcionários do Estado: o que eles nos custam paga bem o comportamento ético e cívico exemplar que temos o direito de lhes exigir.

2 thoughts on “Abaixo de cão

  1. Sobre o juiz negacionista, publiquei hoje em https://mosaicosemportugues.blogspot.com/2021/10/juiz-negacionista-ou-advogado.html uma cronologia bastante desenvolvida e comentada, que poderá contribuir para lançar alguma luz sobre os caóticos contornos deste estranho e lamentável caso.
    Tenho, assim, o gosto de o convidar a visitar; e, também, a comentar, se algum mérito lhe encontrar.
    Todos os Sábados, um novo artigo no Mosaicos em Português.
    Bom fim-de-semana!

    Gostar

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.