Desespero, precariedade e alienação

O boneco, que adaptei para Português, circula pelas redes sociais e reflecte em boa medida este admirável mundo novo do capitalismo sem ética nem pátria, neoliberal e globalista, que se tenta impor como inevitabilidade sem alternativa.

Não constituem novidade a precariedade, os baixos salários, a privatização de serviços públicos, a visão assistencialista da pobreza ou o discurso hipócrita da meritocracia nascida em berço de ouro. O que é importante é perceber como tudo isto se traduz no agravamento e na perpetuação das desigualdades e como as democracias do século XXI lidam mal com o desemprego, a miséria e a frustração colectiva de gerações inteiras que, com o elevador social a funcionar em sentido descendente, irão ter um nível de vida inferior ao dos pais e avós.

Num blogue dedicado à Educação, resta questionar qual deve ser o papel da escola pública nos tempos que vamos vivendo. Entreter as novas gerações com muita flexibilidade, gamificação e mindfulness, baixando-lhes as expectativas e conformando-os com a sua sorte? Ou ajudá-los a entender o mundo em que vivemos e dar-lhes as ferramentas para o poderem melhorar e transformar, tal como o fizeram todas as gerações que nos precederam?…

3 thoughts on “Desespero, precariedade e alienação

  1. O “admirável mundo novo do capitalismo sem ética nem pátria, neoliberal e globalista” deseja que se “Entretenham as novas gerações com muita flexibilidade, gamificação e mindfulness, baixando-lhes as expectativas e conformando-os com a sua sorte”. Tão simples quanto isso…

    Liked by 1 person

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.