O ensino doméstico é a solução?

Perante a falta de resposta às necessidades educativas de crianças oriundas de comunidades discriminadas e desfavorecidas, que a pandemia apenas acentuou, será que ficar em casa é a melhor solução?

Se as escolas desistem de uma parte dos seus alunos, devem os pais caucionar esse erro, retirando-as voluntariamente em vez de exigirem aquilo a que têm direito?

Atenção que o que está em causa não é o direito, reconhecido na maioria dos países, de pais com formação superior, estabilidade financeira, vontade e tempo disponível educarem os filhos em casa. A notícia do Expresso fala-nos de pais pobres e pouco escolarizados que se sentem vítimas, tal como os seus filhos, de um sistema educativo incapaz de garantir o acesso universal à Educação.

Claro que em teoria tudo isto pode e deve ser discutido; na prática, quando estão em causa o direito à educação e a angústia de pais que vêem os filhos a ficar para trás, outro tipo de dilemas se colocam: devo lutar pelo que é justo e correcto, ainda que eficaz apenas a médio ou longo prazo, ou priorizar o que os meus filhos precisam agora?

Seja como for, a notícia evidencia bem a força das barreiras, para muitos intransponíveis, que perpetuam as desigualdades e a falta de oportunidades no país mais rico e poderoso do mundo.

Com as escolas a reabrirem para o novo ano letivo, Angela Valentine diz que o seu filho, Dorian, de 12 anos, não vai regressar à escola que frequentava em Chicago. Em vez disso, vai fazer o ano escolar em casa. “Comecei a reparar em alguns sinais e percebi que já não havia vantagens nenhumas,” conta Valentine, em entrevista à NBC News.

Lembra também que as notas do seu filho começaram a descer no ano passado. Quando a pandemia de covid-19 levou ao fecho do ensino, a sua escola não conseguiu fornecer qualquer tipo de apoio às necessidade de Dorian, segundo alega.

Bernita Bradley, advogada na área da educação ouviu histórias semelhantes na cidade de Detroit. Bradley começou a notar que os alunos afro-americanos foram deixados para trás e os seus pais ignorados pelas administrações das respetivas escolas – acontecimento comum nas escolas públicas de Detroit quando a pandemia estava ainda numa fase inicial.

Recorda também que muitos alunos não tinham os recursos adequados, tais como computadores portáteis ou ligação à internet. Assim, houve uma elevada percentagem de faltas, cerca de 30% não conseguia participar nas aulas online.

Um pouco por todo o país, existem relatos de pais frustrados com o comportamento de escolas públicas e privadas, levando muitos a considerar uma mudança na educação dos filhos. Dados revelam que racismo na escola, parcialidade por parte de alguns professores e currículos que os pais acham inadequados são algumas das razões que levam muitos a mudar para a educação em casa.

One thought on “O ensino doméstico é a solução?

  1. O problema aqui abordado tem a maior relevância, sobretudo num país como os EUA, devido não apenas às conhecidas discriminações, pobreza endémica, mas também e principalmente causado pelo contínuo e profundo desinvestimento dos responsáveis na escola pública, poderosamente acentuado pela direita, havendo até regiões e estados onde a totalidade das escolas já foram privatizadas. Faz assim parte do quotidiano de muitas escolas que sejam os professores a tirar do seu já magro salário a verba para o material dos seus alunos cujas famílias não podem suportar essa despesa. Isto apesar das astronómicas e crescentes despesas do complexo militar industrial. Inclusive, os orçamentos para as senhas de refeição, um dos raros apoios estatais aos mais pobres, também têm sido substancialmente reduzidos, materializando deste modo o famoso “american way of life”.

    Gostar

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.