Je suis prof, je suis Samuel

Impressionantes as imagens das marchas que ontem percorreram as maiores cidades francesas em homenagem a Samuel Paty, o professor barbaramente assassinado por um terrorista islâmico.

Manifestações que uniram a sociedade francesa em defesa dos valores fundamentais de um país livre, laico, democrático e tolerante e onde também o primeiro-ministro e o ministro da Educação estiveram presentes.

E não haja dúvidas de que a resposta tem de ser mesmo esta, a demonstração de que não nos calamos nem temos medo, a condenação firme e inequívoca da violência e do terrorismo e a expressão clara de solidariedade com as vítimas.

Com selvagens como o que decapitou Samuel Paty e os seus sequazes e instigadores não pode haver compromissos ou transigências. Muitos e bons anos de cadeia é só o que se pode desejar aos assassinos e aos cúmplices que os tribunais venham a dar como culpados.

Fica uma selecção de imagens, a partir da excelente reportagem fotográfica que o Público está a divulgar.

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.