140 escolas com casos de covid-19

covid19Afinal, quantos surtos activos existem nas escolas? A DGS, procurando desvalorizar o impacto da pandemia no ambiente escolar, falava em 23 casos. Mas, no princípio da semana, a Fenprof contabilizava já 47 concelhos afectados, número certamente muito aquém da realidade, pois incluía apenas os casos reportados aos sindicatos e por estes confirmados.

No final da semana, vamos já em 140 escolas com casos activos, numa lista que a Fenprof continua a actualizar e que pode ser consultada aqui.

Naturalmente, não serão as escolas os principais focos de contágio. Nem o vírus por lá nasce de geração espontânea. A maioria das transmissões ocorrerão, como explica a DGS, no ambiente familiar ou em interacções sociais sem os devidos cuidados. São as bodas, baptismos e banquetes que Graça Freitas diz serem responsáveis por dois terços dos contágios.

Mas a concentração de alunos existente na maioria das escolas torna impossível o cumprimento das regras de segurança sanitária, aumentando os riscos de contágio. São especialmente críticas as situações em que os alunos tiram as máscaras, por exemplo para comer, mas sem guardarem distanciamento. Algo que, no ambiente descontraído dos recreios, sucede com mais frequência do que se possa pensar…

Por último, e antes que alguma boa alma pergunte qual o objectivo de andar a divulgar listas de escolas com casos de covid-19: não, não se pretende espalhar pânico ou alarmismo, nem impedir o Governo ou a DGS de fazerem o seu trabalho. Apenas continuo a acreditar que a luta contra a pandemia deve assentar numa política de verdade. Não só porque os cidadãos têm o direito de ser informados, mas também porque essa informação é crucial para o sucesso deste combate.

Não faz qualquer sentido, num contexto de pandemia, andar a esconder casos positivos. Pelo contrário, é essencial saber que eles existem para mantermos a consciência de que o perigo é real e para ser possível localizar rapidamente os possíveis infectados. A eficácia da contenção dos surtos passa precisamente pela rapidez e eficiência com que se testam os casos suspeitos e se determinam os isolamentos.

Esconder a cabeça na areia é algo que, nos tempos que correm, já nem as avestruzes se podem dar ao luxo de fazer…

Adenda: alterado o número de escolas com casos activos, de 120 para 140, de acordo com a actualização feita pela Fenprof ao final da tarde de 9/10.

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.