A Lição de Ventura

licao-ventura.jpg

Cartoon de irmaolucia que é de inspiração óbvia na Lição de Salazar, uma ilustração em grande formato que, nos tempos áureos do Estado Novo, era presença obrigatória em todas as escolas primárias. Por aí se veiculava o modelo ruralista e conservador da sociedade em que Salazar queria que vivêssemos e se ensinava às crianças o bê-á-bá  do Deus, Pátria e Família – a Trilogia da Educação Nacional, como então se dizia.

Hoje os tempos são outros, mas os proto-fascismos andam novamente à solta.

Tenho dúvidas de que André Ventura seja um fascista genuíno, dos que acreditam verdadeiramente em tudo aquilo que defendem publicamente. Parece-me mais o típico oportunista e demagogo, que quis singrar na política e se posicionou no quadrante ideológico mais favorável a uma carreira política assente no populismo. Não hesitando, levado pela ambição, em colocar-se no papel de aprendiz de feiticeiro, despertando forças que seria incapaz de dominar.

Mas a verdade é que o discurso do ódio e da intolerância em que se alicerçam o racismo, a xenofobia ou a homofobia tem o condão, quando encontra terreno favorável, para despertar demónios que julgávamos extintos. E é sempre mais fácil despertar o génio da garrafa do que voltar a colocá-lo lá dentro…

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.