Dificuldades da aprendizagem online – o alerta de uma mãe

computador.JPGQuando, como por um passe de magia, o ensino online e o teletrabalho são apresentados como soluções instantâneas para os problemas que o surto de coronavírus está a provocar às escolas e às empresas, convém olhar a realidade tal como ela se apresenta a muitas famílias portuguesas.

Pois uma coisa é conceber planos ambiciosos no conforto dos gabinetes, acolitado por um batalhão de secretários, assessores e consultores tão desconhecedores da realidade como os próprios decisores. Outra, bem diferente, são as condições reais em que vivem as famílias portuguesas.

A verdade é que um grande número de famílias não tem forma de corresponder à avalanche de solicitações que algumas escolas estão a fazer. É bom abrirem-se os olhos de uma vez por todas, pois quanto mais se insistir no erro, mais cavaremos o fosso educativo entre os que estão prontos para aceitar todos os “desafios” e os condenados à exclusão pela falta de recursos e oportunidades.

Não se trata de dar voz a um coro de lamúrias ou de alimentar pessimismos e derrotismos à moda do velho do Restelo. Como se vê pela mensagem que uma encarregada de educação devidamente identificada enviou, por estes dias, à directora de turma da sua filha. Descrevendo, com particular clareza e lucidez, as dificuldades que os pais, mesmo os mais comprometidos com a educação dos seus filhos, não conseguem ultrapassar.

Queria só fazer um alerta. Aqui em casa só existe um computador: eu a mãe estou em casa em teletrabalho, o pai também precisa de utilizar o computador em trabalho, a filha a fazer os trabalhos que nos são enviados.

Isto tem sido muito difícil. Trabalhar em teletrabalho e conciliar com os trabalhos da filha e do pai, juntamente com tudo o resto (incluindo apoio a avô). 

O computador de casa neste momento é essencial para os adultos como instrumento de trabalho. A minha filha não tem tido oportunidade de utilizar o computador e dificilmente terá nos próximos tempos.

Mais informo que eu tenho horário fixo semanal para estar obrigatoriamente online, coincide com o horário escolar da minha filha. 

O computador neste momento é essencial para que os progenitores consigam cumprir com as suas obrigações profissionais.

A maioria dos trabalhos dela estão a ser realizados em papel folhas de linhas ou lisas A4, salvo raras excepções. Irei tirar fotografias/PDF do seu trabalho e enviar para os professores. Desculpem-nos, mas neste momento é o melhor que conseguimos fazer.

Neste momento estamos todos a aprender a lidar com a esta situação.

Alerto também que nem todos os agregados familiares estão em pé de igualdade em equipamentos tecnológicos e no domínio dos mesmos, nem em questões laborais (nem todos podem estar em casa de “babysitting”), financeiras e materiais.

Avizinham-se tempos difíceis peço a vossa compreensão.

One thought on “Dificuldades da aprendizagem online – o alerta de uma mãe

  1. Pois é… não havendo Equidade / Igualdades… o Governo/ME TEM QUE PASSAR OS ALUNOS ADMINISTRATIVAMENTE ESTE ANO LETIVO, À EXCEÇÃO DOS ALUNOS EXCLUÍDOS POR FALTAS-

    Gostar

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.