Horas extraordinárias

horas-extra.jpgCom centenas de professores em falta nas escolas, devido sobretudo a situações de baixa médica, e sem candidatos suficientes para os substituir, o Ministério da Educação (ME) está a reforçar o número de horas extraordinárias dos docentes que se encontram em funções, de modo a reduzir o número de alunos que estão sem aulas a uma ou mais disciplinas.

Na recta final do ano lectivo, é desta forma que o ME tenta resolver o problema da falta recorrente de professores nalgumas escolas do país: dando luz verde às direcções para o pagamento de horas extraordinárias aos docentes da casa que aceitem ficar com as turmas que estão sem professor.

É bom que se habituem a abrir os cordões à bolsa e a assumir como definitiva a solução que encontraram para remediar, pois na falta de soluções de fundo para os problemas, estes só se tenderão a agravar.

A verdade é que um corpo docente envelhecido adoece mais. Que vagas temporárias e horários incompletos são mais difíceis de preencher do que colocações anuais. E que para uma profissão desgastante, mal paga e publicamente desconsiderada, como é hoje a docência, será sempre difícil recrutar os profissionais competentes e motivados que se desejam.

Mesmo do ponto de vista puramente economicista, que foi a perspectiva dominante no actual governo, as opções tomadas em relação aos professores serão, a prazo, contraproducentes. E se destes governantes já nada há a esperar, resta a esperança de que o próximo governo, seja ele qual for, traga gente com um pouco mais de visão e ambição no que se refere à Educação portuguesa.

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.