Colaborações: ComRegras

topo-e-fundo_ComRegrasNo Topo: Alunos com trissomia 21 chegam ao ensino superior

Não será a primeira vez que estudantes com trissomia 21 ou outros comprometimentos graves ao nível do desenvolvimento intelectual chegam ao ensino superior. Mas julgo que será caso único uma escola superior – neste caso o Instituto Politécnico de Santarém – criar um curso técnico superior especificamente orientado para estudantes com um grau de deficiência intelectual igual ou superior a 60%.

No Fundo: Continuam as agressões a professores

O último caso conhecido aconteceu na semana passada, mas só ontem se tornou notícia. Numa escola do Porto, um rapaz de 12 anos agrediu com murros e pontapés um professor de 63, depois de ter sido repreendido por ter entrado na sala de aula a jogar à bola e partido uma lâmpada. E não foi apenas o acto descontrolado da agressão inicial, um pontapé nos testículos que deixou o professor prostrado a contorcer-se de dores. Posteriormente o aluno voltou à carga, esmurrando o docente e saindo da sala a gabar-se de ter “partido o focinho” ao professor.

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.