Reuniões intercalares

Fizeram sentido noutros tempos, quando se paravam as aulas por uns dias, ali encostados ao feriado de Todos-Os-Santos. Os alunos tinham umas mini-férias para espairecer e os professores faziam um primeiro balanço do comportamento e do aproveitamento das turmas, aprovando também os documentos orientadores do trabalho a desenvolver até ao final do ano.

Nesses tempos, no dia-a-dia das escolas, nada mais se exigia aos professores do que o cumprimento do horário lectivo. Havia por isso uma disponibilidade e uma boa vontade que nos levava a achar natural a presença nas reuniões pedagógicas que iam sendo convocadas conforme as necessidades. Até porque raramente se ia além do estritamente necessário.

Mas hoje, com os professores amarrados ao cumprimento da chamada componente de estabelecimento, que pode ir até aos 150 minutos semanais, não faz sentido presumir que hão-de estar disponíveis para trabalhar sem limites, em reuniões sucessivas que se vão convocando apenas porque alguém decretou a sua necessidade.

Quando o ME obriga a registar nos horários, até ao último minuto, tudo aquilo que o professor “deve” à escola, qualquer professor está no mesmo direito de cumprir, em termos de presença física no estabelecimento, apenas aquilo a que é obrigado.

Há muito que se deveria ter exigido que as reuniões se restrinjam aos tempos que estão marcados nos horários. Para o resto, se não há tempo, não se faz. Ou paguem-nas como aquilo que são, verdadeiramente, os conselhos de turma que algumas escolas prolongam pela noite dentro: trabalho extraordinário, a ser remunerado como tal…

intercalares.jpg

© Paulo Serra

Anúncios

3 thoughts on “Reuniões intercalares

  1. É verdade.

    O que se tem protestado contra estas reuniões intercalares em horário pós laboral!

    Há professores que entram às 8:30h na escola e saem às 20:30h.

    No dia seguinte, novamente entrar à mesma hora.

    Como disse o António e bem, estas reuniões eram feitas na tal semana de interrupção – com calma, para balanço, para reorganização das “tropas”. E esta paragem era muito benéfica quer para professores quer para alunos.

    Nalgumas escolas já acabaram com isto. Outras, continuam.Mesmo se a avaliação qualitativa é registada na plataforma Inovar, de acesso a todos.

    Perda de tempo, perda de energia, sem qualquer acrescento de “produtividade”.

    Eu não me conformo com isto e “relativizo” o que posso.

    Gostar

  2. Para além do mais, enchem-nos o mail com papelada, com guiões e acomodações curriculares universais e selectivas e mais não sei o quê e mais as assembleias de turma e mais os projectos e mais os produtos e calendarizações e recursos e intervenientes e mais a participação de alunos em actividades diversas, faltando 2 semanas a aulas e mais o raio do cabo que falta para ligar ao videoprojector, e mais os quadros brancos já deteriorados e que não são substituídos, e mais a falta de funcionários e mais ai que há faltas injustificadas e não responda a este mail e mais o raio da impressora que não funciona e mais o raio da sala de audiovisuais e o PC cujo screen estoirou.

    e por aí fora…….que as aulas são um pormenor e a Câmara e as direcções escolares querem folclore.

    Gostar

  3. Houve um ano em que tínhamos apoios de 10 min, porque o ME não podia deixar passar DEZ minutos semanais em branco, enquanto nos sobrecarregava com taxas, congelamentos e reduções salariais. Mas nunca, nunca mesmo se enviou um e-mail a dizer aos professores que têm todas as turmas e, logo , todas as intercalares, que tinham ultrapassado o seu horário semanal. Algumas pessoas não docentes deviam ver os filhos dos professores, cheios de sono, sentados nas salas de professores, à espera infinitamente dos pais, porque lhes foi roubado o tempo que lhes era destinado e porque os pais, deslocados dos seus núcleos familiares, não têm onde os deixar. Já se dizia
    um grande “basta” à obrigatoriedade de horas que não fazem parte do horário,que não são pagas
    e que geram faltas quando não cumpridas.

    Gostar

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.