David Justino já tem sucessora

emilia-bred-santos.JPGO PS divulgou hoje que Maria Emília Brederode Santos será a sucessora de David Justino na presidência do Conselho Nacional de Educação. A escolha deverá ser formalizada no próximo dia 20, através de votação parlamentar, na qual o PS deverá contar com o apoio dos partidos de esquerda para alcançar a maioria absoluta necessária à eleição.

A escolha não surpreende, e estranho apenas a insistência de alguma imprensa na não continuidade de David Justino por mais um mandato à frente do CNE. Na verdade, se tal sucedesse seria a primeira vez que o partido no governo abdicaria de colocar à frente desta verdadeira câmara corporativa da educação uma personalidade da sua área política. Seria também o primeiro caso de uma reeleição neste cargo.

Assim como o PSD não hesitou em colocar o seu militante David Justino no lugar antes ocupado por Ana Maria Bettencourt, também agora não é de estranhar que o PS escolha alguém da sua confiança para tomar as rédeas de uma instituição que disfarça mal a sua natureza eminentemente política e partidária.

Mais do que consciência crítica do sistema educativo e do “sentir” colectivo dos seus intervenientes e destinatários, o CNE tem quase sempre funcionado como um instrumento da fabricação dos consensos em torno da política educativa. E pese embora o excessivo número de membros que contém, e o apreciável currículo de alguns deles, nota-se que o desenho institucional do órgão foi concebido para dar um protagonismo excessivo ao seu presidente: daí a importância que os partidos no poder atribuem à sua escolha.

Noto também que, se nas escolas portuguesas boa parte dos professores seniores, cansados, desgastados e sobretudo desiludidos já só anseiam, por volta dos 60 anos, pela chegada da reforma, no CNE a idade parece não pesar: a cientista da educação agora indigitada tem já a bonita idade de 75 anos. Estará perto dos 80 quando terminar o mandato de quatro anos para o qual será nomeada.

De facto, há profissões que desgastam e moem aqueles que as exercem. E depois há desafios que parecem rejuvenescer quem os abraça…

Anúncios

4 thoughts on “David Justino já tem sucessora

  1. Back to the old routine…….

    Quanto às últimas considerações do post, lembro-me de há anos, numa acção de formação, a formadora, já bem próximo dos 70 anos, ter dito que lhe teria sido impossível ter leccionado até atingir a idade da reforma.

    Por isso, bem antes disso, dedicou-se à formação contínua de professores. E estava muito feliz.

    Gostar

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s