Meias verdades

antonio-costa.JPGGostaria de ver um pouco mais de lisura no argumentário do governo. Seria mais honesto dizer: a medida que aqui trazemos é simbólica, mas esperamos no próximo ano ter condições para fazer melhor.

No arranque do debate quinzenal, em que apostou no tema Educação, Costa disse que, já “no próximo ano letivo”, a implementação da redução do número de alunos por turma começará por incidir nos Territórios Educativos de Intervenção Prioritária”, que, explicou, “constituem cerca de 18% do total dos agrupamentos de escolas e onde estudam cerca de 200 mil alunos”.

Estes números são falaciosos e fáceis de desmontar: sabendo-se que a redução só se aplica aos anos iniciais de ciclo, o universo de 200 mil alunos reduz-se de imediato para um terço deste valor.

E tendo em conta que nas escolas TEIP estão implementados diversos programas e medidas que implicam a redução, na prática, do tamanho das turmas, as turmas de 29 ou 30 alunos actualmente existentes nestas escolas deverão ser em número residual. Em boa verdade, poderá mesmo perguntar-se: será que existe alguma?

Anúncios

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s