Faltam vagas para vinculação

vinculacaoComparando as vagas abertas para a vinculação extraordinária no concurso externo de professores, comprova-se o que desde o início do processo era evidente: há mais candidatos que reúnem as condições para vincular do que lugares abertos para o efeito. Pior ainda, o ME não cumpriu, na determinação do número de vagas, os critérios que ele próprio tinha determinado: faltam 864, segundo as contas da Fenprof, ou 898, de acordo com o blogue DeArlindo, especializado em concursos de professores.

Mas esta não é a única razão de queixa que a Fenprof tem a apresentar à secretária de Estado responsável por estes assuntos, a quem já solicitou reunião urgente:

Além desta questão, a Fenprof contesta também que o ministério tenha decidido extinguir as vagas da vinculação extraordinária nos casos em que os professores sejam colocados, simultaneamente, através da chamada norma-travão (após cinco contratos sucessivos e completos) e deste mecanismo excecional.

De acordo com as contas da organização sindical, há 319 professores que concorreram aos quadros através destes dois mecanismos, o que pode contribuir para reduzir ainda mais o número de lugares de quadro que – mais uma vez de acordo com o que é reivindicado pela Fenprof – deveriam ser constituídos.

Quanto mais se insiste em vinculações extraordinárias mais evidente se torna o carácter injusto e arbitrário do processo:

  • O direito a vincular deveria ser uma consequência de se reunir as condições legais previamente definidas, e não estar dependente de vagas;
  • A ordenação dos candidatos deveria ser feita unicamente pela graduação profissional, em vez de se introduzirem critérios mais ou menos arbitrários que a maioria dos professores sente como injustos;
  • Não sendo possível abrir vagas para todos os candidatos à vinculação, deveriam entrar primeiro os mais graduados, de forma a não criar injustiças irremediáveis;
  • Todos os lugares dos quadros postos a concurso deveriam estar disponíveis para todos os professores – não é justo nem faz sentido abrir lugares em QZPs aos quais os professores dos próprios QZPs que queiram mudar de quadro não podem concorrer.
Anúncios

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s