Greves à sexta-feira

greve.jpgA greve de hoje na função pública terá tido adesão superior à média, nomeadamente nas escolas e serviços de saúde.

Como é inevitável nestas situações, há gente prejudicada e, fatal como o destino, ouviremos também o habitual protesto contra as greves sempre à sexta-feira. Que é como quem diz, malandros, quiseram foi um fim-de-semana prolongado e escolheram este dia para convencer mais uns quantos a aderir.

Entendamo-nos: uma greve não é um passeio, ou um dia de férias, e só quem nunca fez uma greve assim poderá pensar. O descanso de um dia de greve sai caro aos grevistas, pois implica o desconto desse dia no salário mensal. Num país de baixos salários ninguém faz greve por fazer, mas apenas por entender que estão em causa reivindicações ou a defesa de direitos que merecem o sacrifício.

Ora se são os grevistas que definem os objectivos da greve, que se organizam e mobilizam para que tenha sucesso e que, no final, perdem o salário do dia, por que carga de água não haveriam de fazer a greve no dia que lhes é mais conveniente?

Anúncios

One thought on “Greves à sexta-feira

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s