O ministro que vai à manifestação

manif-cientista.JPGO ministro da Ciência, Manuel Heitor, considerou, este sábado, que há falta de ativismo científico na Europa, inclusive de manifestações de cientistas a pedirem mais dinheiro para o setor.

“Os cientistas não se envolvem”, afirmou o ministro à Lusa, assinalando que “não há manifestações de cientistas a pedirem mais dinheiro para a ciência”.

Manuel Heitor deu o exemplo dos agricultores que se manifestam em Bruxelas, onde fica a sede da Comissão Europeia, para exigir mais apoios financeiros para o setor.

Fazem-me alguma confusão quando são os próprios governantes que, em vez de resolverem eles próprios os problemas que passam pelo respectivo ministério, não só exortam os descontentes em vir para a rua manifestar-se como se dispõem a juntar-se a eles em público protesto, como fez ontem Manuel Heitor.

Antes de mais, registo que este seria um gesto impensável num ministro do ensino “inferior”, que nunca vimos sentir-se, perante os professores que tutela, como um entre deles. Algo que faz, com toda a naturalidade, o ministro do Ensino Superior em relação aos seus pares.

No resto, não tenho qualquer preconceito contra as manifestações, antes pelo contrário: são um instrumento essencial da luta política e social, uma expressão de liberdade e democracia e uma forma de pressão inteiramente legítima contra governos que tendem a esquecer-se de que é na qualidade de mandatários do povo, e não na de serventuários de inconfessados interesses, que exercem o poder.

Mas quando um ministro da Ciência recomenda “activismo científico” em vez de satisfazer as reivindicações dos cientistas que considera justas, cabe perguntar o que está ele a fazer no lugar que ocupa. Ou quem pretende, indirectamente, pressionar. As instituições europeias, de cujo apoio financeiro um país fortemente endividado como Portugal continua a depender fortemente para poder ter uma investigação científica digna desse nome? Ou o seu próprio governo, que tendo renovado a retórica em relação ao anterior, tem aparentemente prosseguido a mesma política ruinosa em relação à investigação e à ciência?

Do alto da sua ciência, conviria que o ministro nos viesse esclarecer…

Anúncios

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s