Demasiado trabalho

Um inquérito sobre os horários de trabalho dos docentes dá conta de que estes trabalham em média mais de 46 horas por semana quando o seu horário, por lei, deveria ser de 35 horas, revelou nesta sexta-feira a Federação Nacional de Professores (Fenprof), que promoveu a auscultação.

Responderam ao inquérito da Fenprof, que foi realizado entre 19 de Dezembro e 31 de Janeiro, 5709 professores, o que corresponde a cerca de 10% do total de docentes do ensino público.

O excesso de trabalho dos professores está relacionado com dois factores. Por um lado, continuam a ser dada cobertura legal a que sejam colocadas na componente não lectiva de estabelecimento tarefas lectivas. Por outro lado, a sobrecarga tempos lectivos implica trabalho acrescido ao nível da preparação de aulas e materiais pedagógicos, correcção e classificação de testes e trabalhos, planeamento e avaliação de actividades, etc. Sem esquecer o excesso de trabalho burocrático que geralmente aparece no topo das queixas dos docentes. Tudo isto acaba por ultrapassar, na prática, as oito a onze horas semanais de trabalho individual legalmente previstas.

Além dos resultados do inquérito realizado junto dos professores e educadores, a Fenprof apresentou também um conjunto de reivindicações para resolver o problema do excesso de trabalho dos docentes, que não só prejudica o seu bem-estar físico e psíquico e a sua vida pessoal e familiar como acaba por ter reflexos negativos no exercício da actividade profissional.

Aqui ficam as reivindicações da Fenprof para cada um dos níveis e ciclos de ensino:

Anúncios

One thought on “Demasiado trabalho

  1. Se querem uma “reforma” de que temos vindo a aperceber-nos,

    Se querem “desformatar”.

    Mas,

    Se o cansaço e desconfiança e falta de motivação são grandes,

    Se não há progressão na carreira,

    Se há contratados com 20 e mais anos de serviço,

    Se estamos todos congelados,

    Se não há verbas para se descongelar e já para não falar em retroactivos,

    Se não se aumentam salários,

    Então, estas posições da Fenprof servem bem para uma negociação mais justa e equilibrada.

    Ou somos compensados em termos de salário, ou são dadas condições de trabalho diferentes.

    Gostar

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s