Comprar sem passar pela caixa

amazon-robos.gifA Amazon apresentou, esta segunda-feira, a sua mais recente aposta: Just Walk Out, um novo tipo de loja física sem filas e sem caixas registadoras. O cliente entra, escolhe o que quer comprar e sai. O pagamento é feito a partir da aplicação Amazon Go.

A Amazon vai abrir a sua primeira loja física em Seattle, cidade natal da empresa, nos EUA. Prevê-se que o espaço, com 170 metros quadrados, abra ao público no início de 2017.

Por enquanto, ainda está em versão beta, mas o objectivo é que a experiência de compra real se assemelhe à digital – sem filas, sem tempo de espera, apenas pegar no que se quer comprar e sair.

Impressionante a aversão que os donos desta empresa – pessoas de carne e osso! – têm aos trabalhadores humanos. Depois dos robôs para manobrar os produtos nos armazéns e dos drones para fazer as entregas aos clientes, o novo projecto é uma loja recheada de tecnologia que regista tudo o que o cliente retira das prateleiras e transporta consigo para o exterior da loja, de forma a que não tenha de passar pela caixa registadora.

Claro que para isto funcionar o cliente terá de possuir a aplicação da loja no telemóvel, terá de se identificar quando entra e, obviamente, ter dinheiro na conta para pagar o que adquiriu, que lhe é de imediato debitado. O tempo que ganha com esta aparente facilidade não é significativo, nem justificaria nunca, só por si, o elevado investimento neste novo e por enquanto experimental modelo de negócio.

As grandes vantagens vão todas para o lado da empresa, que por um lado concretiza o grande sonho dos gestores e empresários da nova economia que, como admitia há tempos o CEO da Altice, não gostam de pagar salários, e por outro obtém um manancial de informações acerca dos hábitos de consumo dos seus clientes. A nova tecnologia não regista apenas o que o cliente compra – potencialidade que os actuais cartões de fidelização das grandes superfícies comerciais já concretizam – mas também o que é retirado e recolocado na prateleira. Ou seja, os seus impulsos e desejos.

Claro que perante isto tudo a reacção mais habitual é ficar-se fascinado pelas maravilhas da tecnologia. Mas lá vai havendo um ou outro que pergunta: então e as pessoas que ficam desempregadas ou deixam de arranjar emprego à medida que os robôs, os drones e os sistemas electrónicos vão tomando paulatinamente conta de quase todos os trabalhos? A resposta que se dá a isto vem sendo a mesma desde os primórdios da revolução industrial: irão fazer outras coisas, trabalhos mais interessantes e criativos do que estar oito horas a passar códigos de barras em frente de um scanner. O problema é que mesmo esses empregos vão desaparecendo, à medida que a inteligência artificial, associada à automação, se vai tornando omnipresente. E o futuro que se desenha simplesmente não terá trabalho para todos. Mas necessita que todos continuem a consumir, ou os produtos não sairão das prateleiras, sejam elas de lojas reais ou virtuais.

No futuro, teremos trabalho para todos, com jornadas laborais reduzidas, ou apenas para alguns?

E os que deixam de ter trabalho, serão sustentados por quem, quando a modernidade anunciada passa também, além de empregar máquinas que não descontam para a segurança social, por esconder lucros e pagar cada vez menos impostos?

Anúncios

One thought on “Comprar sem passar pela caixa

  1. Um típico diálogo da revolução industrial, que me lembro, de ver em ” A família Boussardel ” e que dizia mais ou menos isto:
    – Sabe, um trator fazia-lhe o trabalho de seis homens.
    – E o que é que faziam depois os seis homens?
    – Podiam ir trabalhar para a cidade, para uma das minhas fábricas.
    – E quem é que lhe diz que eles seriam mais felizes assim?

    Gostar

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s