Leituras: Paulo Moura – E Depois do Fim

depoisdofim.jpgPaulo Moura, o maior repórter da imprensa portuguesa dos últimos 25 anos, aquele que por mais tempo, de forma mais intensa e regular, cobriu a vida em mais partes do mundo, onde ela corria o risco de ser derradeira, ou ficar escondida, acaba de publicar um livro literalmente único. Que eu conheça, nada existe em português com a amplitude de Depois do Fim, estas 620 páginas onde o Paulo revisita centenas de cadernos de reportagens, de 1991 a 2016, costurando um retrato do último quarto de século.

Subscrevo integralmente as palavras de Alexandra Lucas Coelho sobre a obra de grande fôlego e excepcional qualidade em que Paulo Moura descreve, magistralmente, a “Guerra de Civilizações” dos últimos vinte e cinco anos, contada a partir de diferentes cenários, acontecimentos e protagonistas, mas sempre directamente testemunhada pelo autor enquanto jornalista.

Nos últimos tempos tenho zurzido com alguma frequência nalgum jornalismo preguiçoso, tendencioso e manipulador que vamos tendo, pelo que é inteiramente justo saudar agora o talento de Paulo Moura, cujas grandes reportagens leio com interesse e prazer há muitos anos, e a sua imensa capacidade de nos reconciliar com o bom jornalismo.

Anúncios

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s