Mais colégios em dificuldades

CjKJPgjWsAAZNjz

Há mais quatro colégios em risco de fechar esta semana e que ameaçam processar o Estado se tiverem que o fazer. A decisão está dependente da aprovação das turmas de continuidade que pediram ao Ministério da Educação e que a uma semana do início das aulas estão por decidir. Existem ainda outros “quatro ou cinco colégios do grupo GPS” que estão já em regime de lay-off, ou seja, a reduziram o horário e, consequentemente, o salário aos professores e funcionários.

O representante do Movimento Escola Ponto não quis dizer quais os colégios na eminência de se juntarem à Cooperativa Ancorensis e ao Instituto Vaz Serra, que já anunciaram o encerramento, alegadamente para não os pressionar.

Já o Grupo GPS faz o que sempre fez, orientar-se de forma a garantir os lucros dos seus proprietários: se alguém tem de sair prejudicado, então que sejam os trabalhadores. Para já com redução de horário e vencimento, mais tarde despedidos, se preciso for.

Mas a maior e mais reveladora novidade da notícia do DN é que, além das novas turmas que perderam financiamento, o ME também tem estado a recusar financiar as turmas de continuidade, previstas nos contratos, quando elas não têm o número regular de alunos. Esta prática, que as escolas públicas conhecem há muitos anos, originando perdas de turmas e horários, está pelos vistos a surpreender os donos e directores dos colégios, o que deixa antever um favorecimento de que teriam beneficiado com anteriores governos.

Anúncios

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s