Como se constrói o sucesso escolar

fachada_copy.jpgUma notícia da Gazeta das Caldas lança luz sobre um assunto que costuma escapar à imprensa nacional de referência nos temas educativos, mais ocupada com a mastigação politicamente correcta das estatísticas oficiais, as conferências dos tanques-de-pensar e as manigâncias dos colégios privados na sua luta feudal pela eternização dos contratos de associação:

Vinte e um dos 23 alunos do Colégio D. Leonor que frequentaram a disciplina de Direito do 12º ano obtiveram a classificação de vinte valores. E os dois restantes tiveram 19 e 17 valores.
O estabelecimento de ensino diz que isso se deve ao facto de ser uma disciplina opcional para a qual os alunos estão muito “motivados”, mas uma análise aos resultados do 12º ano evidenciam que as notas das disciplinas que não têm exames nacionais estão inflacionadas. Isso faz com que os alunos deste colégio tenham vantagem no acesso ao ensino superior. Comparando as médias das disciplinas optativas anuais, o Colégio regista 18,1 valores, enquanto as escolas Raul Proença e Bordalo Pinheiro, registam, 16,0 e 15,4 valores, respectivamente.

Gazeta das Caldas teve acesso às pautas de avaliação do Colégio e deu conta de casos em que alunos do curso de Línguas e Humanidades com notas negativas a disciplinas como Português e História (sujeitas a exame nacional) obtiveram entre 17 a 20 valores a Direito ou Sociologia. De destacar o exemplo de um aluno que nem sequer ficou aprovado para exame a Português (obteve sete valores), mas que tanto em Sociologia como em Direito é avaliado com 20.
Já as Escolas Secundárias Raul Proença e Rafael Bordalo Pinheiro apresentaram médias gerais (relativas às disciplinas optativas do 12º ano) de 16,0 e 15,4 valores respectivamente. Ambos os resultados distanciam-se significativamente da média do Colégio Rainha D. Leonor: 18,1. Na Raul Proença abriram 11 disciplinas opcionais (para 338 alunos) e na Bordalo Pinheiro seis disciplinas (para 114 alunos).

Os jornalistas não se ficaram pela análise dos resultados, questionaram a direcção do colégio acerca da disparidade. Que para além da argumentação chocha em torno da maior motivação do alunos nas disciplinas opcionais não sujeitas a exame, nada mais quis acrescentar.

Como é evidente, estas situações criam vantagens injustas, no acesso ao ensino superior, aos alunos das escolas privadas. E deixam as escolas secundárias perante o dilema de seguir o mau exemplo dos privados, inflacionando as notas, ou manter critérios rigorosos de avaliação que acabam por prejudicar os seus alunos.

Os estudantes, esses acabam por perceber muito bem como funcionam as coisas:

Bernardo Horta, 21 anos, foi aluno do Colégio Rainha D. Leonor do 5º ao 12º ano e contou à Gazeta das Caldas que “não se fazem testes na maioria das disciplinas opcionais do 12º ano”, dando como exemplo as unidades curriculares de Inglês, Direito e Física.
“O método de avaliação passa por fichas, trabalhos e mini testes”, assegurou, acrescentando que a Inglês o seu único momento de avaliação foi uma prova oral. “Passávamos as aulas a preparar as lições de Inglês que depois íamos dar às crianças da Santa Casa da Misericórdia. Raramente demos matéria”, afirma Bernardo Horta.
O ex-aluno deu conta que a exigência nas disciplinas opcionais era menor que nas disciplinas sujeitas a exame. Os professores diziam-lhe, inclusive, para se “preocupar” mais com as segundas do que com as primeiras.
No último ano lectivo Bernardo Horta concluiu o 12º ano na Escola Secundária Raul Proença e notou diferenças desta escola para o Colégio Rainha D. Leonor. “Até mudar de escola eu só conhecia uma realidade: a do Colégio. Pensava que não fazer testes era normal. Assim que cheguei à Raul Proença verifiquei que o método de avaliação incluía testes tanto nas disciplinas com ou sem exame”, realçou.

Anúncios

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s