Apenas números

limerick.jpgO gabinete central de estatísticas (CSO) da Irlanda anunciou esta terça-feira que reviu em alta o crescimento do país em 2015, passando-o de 7,8% para 26,3%, um número que causou surpresa.

O gabinete explicou que constatou “um aumento do número de aviões importados pela Irlanda para atividades de locação” e “um enorme aumento no capital das empresas”.

O crescimento do PIB é, para alguns macroeconomistas, um autêntico número mágico que traduz o dinamismo das economias nacionais. Compreende-se, tendo em conta que é um indicador que reflecte todos os tipos de actividade económica. Contudo, a crescente financeirização da economia faz com que os fluxos de capitais tenham um peso cada vez maior na composição desta taxa, em detrimento, por exemplo, dos salários ou da economia produtiva.

No caso da Irlanda, uma pequena economia muito dependente do exterior e alimentada sobretudo pelo investimento externo, o PIB terá crescido desta forma surpreendente devido a fortes aumentos de capital de empresas irlandesas, deslocalizações para o país de empresas estrangeiras, na mira de reduções fiscais, e até à… importação de aviões!

O que a notícia não refere é que estes súbitos crescimentos do PIB têm geralmente um impacto nulo ou reduzido no nível de vida dos cidadãos: a economia cresce, mas são sobretudo as grandes empresas e os investidores que beneficiam da situação. Em contrapartida, quando a bolha de crescimento rebenta e a inevitável recessão chega, aparece também a respectiva factura, a ser paga pelo Estado e pelos cidadãos.

Anúncios

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s