A questão portuguesa na UE

7851860_j5YtA.jpegPacheco Pereira considera existir hoje, nas instituições europeias, uma “questão portuguesa”, no meio de outros problemas bem mais graves que a União Europeia tem para resolver. E o essencial desta questão reside, não nas décimas a mais do défice de 2015, mas na reversão de algumas medidas austeritárias impostas, com o apoio de Bruxelas, pelo governo de direita de Passos Coelho.

Não são as contas aldrabadas dos bons alunos do anterior governo que incomodam, mas o facto de o programa não escrito do PSD/CDS cuja aplicação deveria durar mais uma ou duas décadas – cortes nos salários e pensões, aumentos de impostos, privatizações – estar a ser posto em causa pelo governo do PS. E isto é grave para Schäuble e para os outros campeões da austeridade europeia, não por se tratar de Portugal, um país periférico cuja política orçamental tem um impacto residual na economia europeia, mas porque pode incentivar outros países a braços com problemas semelhantes aos nossos a seguir pelo mesmo caminho. Os olhos dos Alemães e dos seus aliados voltam-se inevitavelmente para a França, onde o governo socialista continua empenhado em impor reformas laborais de inspiração neoliberal.

Contrariando o seu habitual pessimismo, Pacheco Pereira nota que o unanimismo que existiu, há um ano atrás, para levar a Grécia ao tapete, está a desaparecer, o que permite um olhar esperançado sobre a sobre a “questão portuguesa”:

Ora, como Renzi, Hollande, Tusk e Schultz fizeram declarações explícitas e públicas contra a aplicação de sanções a Portugal, estamos perante algo que não tem precedente nos últimos quatro anos de coligação PSD-CDS. Isso significa que na União começa a haver a divergência que interessa a Portugal, a contestação ainda embrionária, mas densa de significado político, da aplicação rigorosa do Tratado Orçamental e esse é um dos lados da “questão portuguesa”. Pode ficar pelo caminho, face ao poder alemão e dos seus aliados, mas que existe, existe.

 

Anúncios

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s