Vila Praia de Âncora: a prova dos nove de Tiago Rodrigues

vpancora.PNGLuís Braga descreve, no ComRegras, uma história que conhece bem, pois envolve, além da escola onde trabalha, o colégio, com contrato de associação, situado do outro lado da rua. E que tem tudo para se tornar, mercê do seu desenvolvimento futuro, um caso exemplar das reais intenções do governo relativamente à política de financiamento público ao ensino privado.

Se bem entendi, e a imagem ilustra, em Vila Praia de Âncora coexistem, lado a lado, duas escolas: uma escola básica do 1º e 2º ciclos, pública, e uma cooperativa de ensino privada, que é financiada pelo Estado para receber os alunos do ensino público no 3º ciclo e no secundário.

Isto significa que a escola básica perde todos os seus alunos, a partir do 7º ano, para a escola Ancorensis quando, segundo garante Luís Braga, teria lugar para eles nas suas instalações. Mas os anteriores ministérios sempre recusaram a abertura de turmas do 3º ciclo na Escola Básica de V. P. de Âncora, atitude que dá bem para perceber a coerência de sucessivos governantes na criação dos mega-agrupamentos de escolas em nome da sequencialidade dos percursos educativos e na defesa de uma liberdade de escolha que só é aplicável quando se trata de financiar escolas privadas com dinheiro público.

Curioso é o exercício de contorcionismo político que o PS local faz para tentar manter esta situação de favorecimento em nome de alegadas especificidades e excepcionalidades da terra e região, indo ao ponto de culpar o anterior governo (que garantiu as turmas à escola privada) para colocar o PS (que anunciou a intenção de acabar, a prazo, com estes contratos redundantes e despesistas) na posição de quem, deixando tudo como está, salvará o colégio de um possível encerramento.

A bola está agora do lado do ministério, e o que se irá ver a seguir é se o ministro, ele próprio natural do Alto Minho, será capaz de enfrentar a pressão local, que já se traduziu numa moção aprovada por unanimidade na Assembleia Municipal, em nome dos princípios de equidade e justiça e da boa gestão da rede escolar e dos dinheiros públicos.

 

Anúncios

2 thoughts on “Vila Praia de Âncora: a prova dos nove de Tiago Rodrigues

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s