O fim do cratismo

Governo desfaz em 40 dias política de educação de Crato

Do anterior ministro, só se manteve o Inglês a partir do 3.º ano e a gestão de escolas pelos municípios – que BE e PCP não querem

Quando um governo baseia a política educativa numa sucessão de exames e de metas curriculares destinadas a balizar aquilo que os alunos devem aprender em função das provas finais que irão realizar, é fácil “desfazer” essa política.

0914elpe[1].jpg

É mesmo uma obrigação fazê-lo, não tendo David Justino, ou qualquer outro militante do PSD, legitimidade política para vir pedir mais “reflexão” ou “estudo” em torno de medidas erradas que foram impostas sem que se preocupassem na altura em obter o consenso da comunidade educativa que agora é invocado.

Também por aqui se vê a vacuidade do projecto educativo da direita, que viu na educação pública acima de tudo uma área onde cortar despesa, optando pelo mais barato dos ensinos, o das turmas grandes e dos professores a debitar matéria “que sai para o exame”, apoiado por uma via alternativa dita vocacional para aos que “não dão para os estudos” e que se pretende que continuem na escola dando o mínimo de despesa e de chatices, mas sem interferirem nos rankings do sucesso educativo.

Que, acima de tudo, era preciso libertar verbas, não só para suportar os desvarios orçamentais noutras áreas, mas também para promover os negócios do ensino privado pago com dinheiros públicos.

Metas curriculares, bolsa de contratação e até mesmo, ao que parece, o exame de Inglês do 9º ano, terão já o fim anunciado. E não vão deixar saudades…

Anúncios

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s