Falta de vergonha

paccA FNE a 2/Dez/2013, a meio do mandato de um governo da mesma cor política dos seus dirigentes, em modo colaboracionista:

O Ministério da Educação e Ciência (MEC) chegou a acordo com a Federação Nacional de Educação (FNE) o SINDEP e o SINAPE, estruturas sindicais de professores afetas à UGT, para a dispensa de cerca de metade dos 40 mil professores inscritos na prova de avaliação de conhecimentos e competências para a docência. O acordo, confirmado ao DN por João Dias da Silva, da Federação Nacional de Educação, prevê a “dispensa de realização da prova de todos os docentes com cinco anos e mais de serviço”.

Apesar de a FNE continuar a defender que “a prova em si não faz sentido”, Dias da Silva confirmou ao DN que o acordo alcançado será suficiente para esta estrutura sindical desconvocar “a greve marcada para 18 de dezembro, [data de realização da prova], bem como a participação em outras iniciativas de protesto relacionadas com esta”, nomeadamente o protesto de professores na Assembleia da República agendado para quinta feira.

A FNE em período pré-eleitoral, modo pseudo-reivindicativo:

A Federação Nacional de Educação (FNE) quer que a próxima legislatura traga o fim da prova dos professores, posta em prática após acordo com esta estrutura sindical.

Parafraseando o que disse acertadamente um deputado do PSD ao ex-banqueiro Ricardo Salgado:

Quem não tem vergonha todo o mundo é seu.

Anúncios

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s