Reflexões examocratas…

… de um professor que três horas seguidas esteve a vigiar examinandos.

A insanidade de um exame de três horas em que, no final do tempo, ainda há alunos que não disseram ou fizeram tudo…

examinandaEsta coisa que fizeram com a Matemática, e que a disciplina não merecia, de servir de bitola para a legitimidade dos sonhos e aspirações dos estudantes candidatos aos cursos superiores mais pretendidos. Que sentido faz um exame de Matemática ser prova específica para, por exemplo, a entrada em Medicina?…

A burocracia obtusa que exige a todos os estudantes, portadores de cartão de identificação da própria escola que os identifica diariamente no acesso, no bar, na cantina, em todo o lado, que exibam o cartão de cidadão na sala de exame e escrevam os seus dígitos em todas as folhas de resposta que usem durante a realização da prova…

Será que estas provas provam mesmo alguma coisa, ou seja, será que se assemelham com alguma situação real em que os futuros adultos sejam realmente postos à prova e tenham de se mostrar à altura do desafio?…

Anúncios

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s